O que é PIX: Como funciona e para que serve
Escolha como quer aprender:

Tire todas as suas dúvidas e descubra como funciona essa nova forma de pagamento instantâneo.

Muito se fala em Pix, essa forma de pagamento online e instantânea que faz parte da vida de muitos brasileiros desde novembro de 2020.

Mas e você, sabe o que é Pix? Como ele funciona? Já cadastrou sua chave Pix e usufruiu das facilidades que ele trouxe para pagamentos e transferências? Então, vamos descobrir agora todos os detalhes desta função.
 

O que é Pix?

Sabe aquela história de pagar tarifa quando faz um depósito para outro banco diferente do seu? Ou que depois do horário de funcionamento da agência o valor só cai na conta no outro dia?

Criado pelo Banco Central do Brasil, o Pix chegou para acabar com esses inconvenientes. Através dele, é possível fazer transferências instantâneas entre contas em qualquer dia ou horário e sem nenhuma tarifa. 

O sistema foi aberto para a população desde o dia 16 de novembro de 2020 e está ganhando bastante popularidade entre consumidores e empresas.
 

Como funciona o Pix?

A pergunta que não quer calar é como funciona esse serviço. Fique tranquilo que daremos todos os detalhes por aqui.

O Pix é uma transferência bancária eletrônica que acontece quando uma pessoa envia dinheiro para a outra. Para fazer essa transferência é necessário ter pelo menos uma chave do Pix cadastrada junto ao seu banco. Aliás, o máximo de chaves são cinco associadas a uma conta.
 

O que é a chave Pix e como ela pode ser gerada:

A chave Pix é um código que identifica o dono de uma conta bancária que vai enviar e receber valores. Você pode optar por uma chave Pix, conforme as opções abaixo:

  • CPF ou CNPJ;
  • Número de celular;
  • E-mail; 
  • Chave aleatória, formada por uma sequência de 32 dígitos que o sistema bancário sugere;

No caso da chave aleatória é importante memorizá-la ou copiá-la em algum lugar seguro, para não esquecer.
 

Como fazer transferência pelo Pix?

A partir do momento que a chave Pix for cadastrada você já pode receber e fazer transferências pelo Pix de forma instantânea. A transação demora poucos segundos para ser concluída.

Para realizar um pagamento, por exemplo, basta que outra pessoa ou instituição te informe o número Pix. Ao digitar os dados em seu aplicativo do banco o pagamento é feito imediatamente. 

O Pix é seguro e regulamentado pelo Banco Central do Brasil, mas, para evitar qualquer erro, não deixe de confirmar os dados da pessoa que receberá o pagamento ou de conferir se passou a chave correta, caso esteja recebendo a transferência.
 

Quais as vantagens de fazer um Pix?

Aos poucos, os brasileiros vão se habituando com essa nova forma de fazer pagamentos e transferências instantâneas.

Segundo dados divulgados pelo Banco Central em janeiro de 2021, cerca de 133 milhões de chaves foram cadastradas até dezembro do ano passado, sendo aproximadamente 128 milhões de pessoas físicas e 5,7 milhões de pessoas jurídicas.

Quer saber o que tem motivado essas pessoas a aderir ao Pix? Vejamos algumas das vantagens deste recurso:

  • Disponível 24h por dia, sete dias por semana, incluindo os feriados e ponto facultativos;
  • Não há taxa para transferências para pessoa física e MEI, como acontece no TED, por exemplo;
  • Com o PIX é possível fazer transferências e pagamentos em questão de segundos, evitando filas em bancos.

Vale ressaltar que para pessoas jurídicas e instituições financeiras é cobrada uma taxa, porém ela é menor do que nas formas convencionais de pagamentos.

Além disso, no Pix não há limite de valor para realizar transferências. Sendo assim, é possível fazer uma transação a partir de R$ 0,01.
 

O que achou do PIX?

Agora que você já aprendeu como funciona e como usar o Pix vai ser difícil ir em um caixa eletrônico para fazer uma transferência, não é mesmo? Aproveite essa comodidade que, inclusive, é muito segura e eficiente!

CARTÃO
Não perca tempo! Peça já seu cartão!
Mais artigos para você
Subtítulo