Passo a passo para calcular o 13º salário
Escolha como quer aprender:

O 13º salário é um direito dos trabalhadores com carteira assinada. Confira como calcular o 13º salário, datas de pagamento do benefício e mais!

Passo a passo para calcular o 13º salário

Quando o final de ano está chegando, é natural lembrar de alguns temas, como as festas, os presentes, e também o 13º salário. 

Esse dinheiro extra pode ser de grande ajuda, mas muitas pessoas ficam em dúvida se têm direito ao benefício, quanto vão receber e como o valor deve ser pago.

Quer saber mais sobre o 13º? Então, veja os detalhes abaixo e saiba como calcular o seu.
 

Aprenda como calcular o 13º salário

O 13º é uma bonificação equivalente ao período trabalhado pelo profissional durante o ano. Por isso, se você já tiver pelo menos 12 meses de trabalho registrado junto ao empregador atual, tem direito a um salário extra. 

Mas se ainda não completou um ano de trabalho, será preciso calcular o valor do 13º de acordo com os meses trabalhados. Veja como fazer: 

  1. Comece dividindo o valor do seu salário bruto por 12 meses.
  2. Multiplique o resultado pela quantidade de meses trabalhados até outubro, uma vez que o pagamento do 13º acontece em novembro.
  3. Após descobrir o valor total que deve receber, divida ele em duas vezes. O resultado será o valor recebido como a primeira parcela 13º salário, sem descontos.
  4. Já para segunda parcela será necessário repetir o 1º passo, dividindo o salário bruto por 12 meses. Na sequência você deve multiplicar novamente o valor pelos meses que trabalhou.
  5. Subtraia o valor de adiantamento que foi pago em novembro e os respectivos descontos de INSS e Imposto de Renda para ter o valor da segunda parcela.

Também é importante saber que o depósito da primeira parcela do 13º deve ser realizado até dia 30 de novembro e da segunda parcela, no máximo, em 20 de dezembro.
 

Como calcular 13º salário com hora extra:

Se o trabalhador fez hora extra, esse valor será acrescentado proporcionalmente ao 13º salário do funcionário. Veja como realizar o cálculo:

  1. Some as horas extras que fez até o mês de outubro. 
  2. Divida o valor por 12 meses.
  3. Em seguida, multiplique o resultado da divisão pelo custo da sua hora extra.
  4. Some esse valor ao salário bruto, para fazer a divisão e saber quanto receberá de 13º salário.
     

Quem tem direito a receber o 13º salário

O 13º salário, benefício criado no Brasil em 1962, por meio da lei 4090/62, deve ser pago aos trabalhadores que estão no regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e se enquadram nos seguintes critérios:

  • Todos os trabalhadores de serviços públicos, ou de iniciativa privada que possuem registro em carteira e tenham atuado por pelo menos 15 dias na empresa.
  • Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
  • Trabalhadores temporários.
  • Trabalhadores domésticos.

Já os profissionais que foram demitidos por justa causa não têm direito de receber o 13º salário. Os estagiários também se enquadram no grupo que não ganham 13º, a menos que a empresa tenha interesse em dar o benefício.

Quem foi afastado por motivo de acidente de trabalho, ou doença, recebe o valor do 13º proporcional a data de afastamento por parte da empresa. O valor restante deverá ser pago pelo INSS.
 

Confira também: Planilha de Gastos: Saiba como controlar seus gastos
 

Bônus: como usar o 13º salário com responsabilidade

No final do ano, a vontade de comprar aumenta bastante, ainda mais sabendo que o 13º vem aí. Porém aqui vai uma dica importante: ter um dinheiro a mais não significa que você precisa gastar mais! 

Você pode sim aproveitar o 13º para fazer algumas compras, mas também é uma boa ideia programar o pagamento das contas de janeiro, como o IPVA, IPTU, matrícula de escola para quem tem filhos, entre outras obrigações do começo de ano.

Também é possível usar o seu 13º salário para acertar contas atrasadas e, quem sabe, até fazer aquele pé de meia para o futuro!
 

Leia também: Compra consciente: aproveite as promoções de fim de ano sem se endividar


Curtiu essas dicas? Então, continue navegando em nosso blog e confira mais dicas de educação financeira para você se planejar e organizar suas economias!

Fique por dentro das novidades

O Cartão Carrefour tem muito mais dicas para você ficar sempre no comando das suas contas.


Não perca tempo! peça já seu cartão!
Mais artigos para você