7 coisas que toda criança já fez com dinheiro
Escolha como quer aprender:

O que você fazia com o seu dinheiro quando era pequeno? Separamos algumas situações que você provavelmente já viveu!

Já percebeu que criança com dinheiro sempre rende boas histórias? Pode ser aquela primeira compra que você fez só com o seu dinheiro, o doce especial que era a sua prioridade quando a mesada chegava, ou mesmo aquele sonho de consumo da infância que nunca foi realizado. 

Você lembra quais eram as suas preferências e o que fazia quando sobrava um dinheiro no cofrinho?

Separamos algumas coisas que todo mundo fez na infância e que provam que dinheiro também é coisa de criança.
 

1. Era cliente fiel da cantina na escola 

Se tem algo que todas as gerações gostam de fazer com o dinheiro é comprar doces e salgados, principalmente nas cantinas da escola.

Levar a merenda era legal, mas quando os pais davam aquela grana extra para que você comprasse o que quisesse, era sempre um dia especial. 

Inclusive, algumas crianças vão com tanta frequência que já podem se considerar clientes fiéis da cantina.
 

2. Ficava com o troco depois de comprar algo para a família

Se você era o primeiro a se voluntariar para ir ao mercado comprar alguma coisa para seus familiares, certamente ficava com o troco da compra, não é mesmo? Pode admitir! 

É comum esperar o adulto dizer o que deveria ser comprado para soltar aquela famosa frase “posso ficar com troco?”.

Com os troquinhos das compras, normalmente, vinham para casa guloseimas do mercado para dividir entre a criançada e os amigos. Bom mesmo era quando a compra saia bem mais barata do que o previsto e o troco rendia várias delicias. 

Fale a verdade: era aí que você realmente se sentia uma criança com dinheiro, não é?
 

3. Fazia planos com R$ 10 como se eles fossem durar para sempre 

Com certeza você já escutou alguém dizer que antigamente a gente fazia mais coisas com o dinheiro do que agora. Mas, infelizmente, o dinheiro nunca chegou a valer tanto como na imaginação das crianças. 

Seja em um cofrinho, seja juntando o valor de mesada, fato é: todas as crianças já imaginaram que seu dinheirinho seria capaz de realizar muitos sonhos e comprar muitas, muitas, muitas coisas - o que nem sempre acontecia.
 

4. Guardava suas economias para comprar um presente para alguém especial

Toda criança já quis retribuir o amor que recebia de alguém comprando um presente. E para que isso fosse possível, era necessário guardar dinheiro no cofrinho por algum tempo. 

Era um sacrifício que valia a pena para ver a felicidade no rosto dos pais, dos avós ou de quem quer que fosse receber o presente. Mesmo que fosse algo barato, nessas situações, o que acabava valendo era mesmo a intenção.
 

Aproveite para ler também O que você pensa sobre dinheiro afeta suas decisões todos os dias

5. Comprava doces no mercado e comia assim que passava no caixa 

Outra coisa de criança era ir ao supermercado como os pais, ou algum outro familiar, pedir para eles comprarem alguma guloseima e ficar de olho na esteira do caixa.

Assim, ao terminar de bipar no leitor, você já estava abrindo e comendo o que comprou. Principalmente aqueles itens que ficavam perto dos caixas e eram realmente verdadeiras tentações para as crianças (e para os adultos também).
 

6. Sonhava com certos “itens de luxo” da infância 

Você se lembra qual foi o seu primeiro sonho de consumo? Foram aqueles tênis com luzes na parte de trás ou com rodinhas? Foi aquela boneca da sua altura? O brinquedo cujo comercial passava toda hora na televisão? 

Com certeza existiu algo que fazia você ficar contando o dinheiro no cofrinho, insistindo para que os pais comprassem, ou escrevendo cartinhas para o Papai Noel nas épocas de Natal.
 

7. Adorava escolher o material escolar junto com os pais

Uma das coisas da infância que costuma ser bem marcante é o momento de comprar o material escolar. 

Entre cartolina e papel crepom, às vezes sobrava um pouquinho do orçamento para um estojo ou para aquela “caneta gel”. Isso sem falar nos lápis de cor! Neste quesito, quanto maior a paleta de cores, melhor.

Algumas crianças passavam o ano todo pensando qual seria o personagem do seu caderno no ano seguinte. E quando finalmente chegava a hora de estrear seu material novo, você chegava na escola feliz da vida. 

 

O Dia das Crianças nos traz muitas lembranças boas e esperamos você tenha revivido alguns momentos especiais com essas coisas que todo mundo fez na infância. 

Para continuar acompanhando mais conteúdos sobre educação financeira infantil, continue no blog do Cartão Carrefour!

CARTÃO
Não perca tempo! Peça já seu cartão!
Mais artigos para você
Subtítulo