5 dicas para minimizar problemas caso seu celular seja roubado
Escolha como quer aprender:

Ter o celular roubado é algo que pode acontecer a qualquer momento. Porém, algumas medidas podem amenizar esse problema e aumentar a segurança dos seus dados que carrega no aparelho.

5 dicas para minimizar problemas caso seu celular seja roubado

A quantidade de celulares roubados por dia assusta. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, só no primeiro bimestre de 2022, mais de 17 mil telefones foram roubados na capital de São Paulo. Uma média de 1 a cada 5 minutos.

Ter o celular roubado sempre gerou transtornos. Porém, o que mudou nos últimos anos é a quantidade de dados armazenados no aparelho e os prejuízos que o acesso à essas informações podem causar. 

Além de gastar com um novo aparelho, muitas vezes, a perda de um celular resulta em operações fraudulentas com sua conta bancária e cartão de crédito - o que causa aborrecimentos muito maiores. 

Para evitar que isso aconteça, o jeito é se precaver. Confira como reduzir os problemas caso o seu celular seja roubado. 
 

1. Sempre tenha uma senha de bloqueio de tela

Uma das formas de proteger os dados que estão no seu celular é configurar uma senha para bloqueio de tela. Essa opção pode entrar automaticamente no seu aparelho caso fique 15 ou até 30 segundos sem mexer nele.

Também é interessante atribuir senhas de acesso ou biometria aos aplicativos que têm esses recursos. Geralmente, os apps de banco oferecem essa camada de segurança.

Mas vale um ponto de atenção: a senha de bloqueio de tela e dos aplicativos devem ser diferentes! Se possível, use códigos complexos com letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais (como #, $ e @). 
 

2. Evite o acesso direto à aplicativos financeiros no celular

A melhor forma de aumentar a segurança é sempre pensar em dificultar a vida do meliante, mesmo que isso afete também o seu dia a dia.

Pensando nisso, não é recomendado que deixe senha salvas em seus aplicativos, principalmente se esses forem de instituições financeiras. Prefira digitar a senha todas as vezes que for necessário acessar o aplicativo do seu banco. Isso vale também para o app do Cartão Carrefour.

Muitos brasileiros também estão usando um segundo celular para armazenar aplicativos financeiros. Como esse aparelho - que geralmente é aquele telefone velhinho que você não usa mais - fica em casa, mesmo que o celular principal seja roubado, os apps mais importantes estarão seguros no outro celular. Vale a pena considerar essa alternativa. 
 

3. Altere os limites de transferências de sua conta bancária

Com o PIX, ficou mais fácil realizar transações eletrônicas e, caso tenha seu celular roubado, pode ter certeza que o criminoso tentará arrancar o dinheiro da sua conta, ou fazer pagamentos utilizando ela.

Dessa forma, uma medida de precaução é reduzir o limite de transação para o mínimo possível, dentro da sua rotina de utilização. Essa configuração pode ser feita no aplicativo do seu banco e costuma oferecer a possibilidade de determinar valores máximos para transferências durante o dia e a noite. 

Aproveite para saber mais sobre o golpe do PIX
 

4. Evite salvar senhas e dados pessoais nos navegadores e em blocos de notas do aparelho

Algo muito comum também em nosso dia a dia é salvar as senhas do e-mail, de redes sociais e até números de documentos no seu navegador ou no bloco de notas do aparelho. 

Isso é um verdadeiro risco, uma vez que, caso tenha o celular roubado, o ladrão pode ter acesso à todas essas informações. Sendo assim, o melhor mesmo é memorizar suas senhas.

Se possível, também evite cadastrar o e-mail de recuperação de senhas no celular que utiliza no dia a dia.
 

5. Aposte na verificação em duas etapas

Outra medida importante é usar a verificação em dois fatores nos aplicativos que disponibilizam essa opção. Esse recurso redobra a sua segurança porque pede uma segunda confirmação de que é mesmo você quem está tentando usar o celular. 

Em alguns aplicativos é possível ainda acrescentar biometria ou reconhecimento facial. Aposte nisso! Também se atente para que a segunda verificação nunca seja por SMS.

Colocando em prática essas dicas, pode ter certeza que os riscos de ter seus dados roubados vão diminuir consideravelmente.
 

Confira outras as dicas de segurança do Cartão Carrefour
 

Veja o que fazer em situações de roubo ou furto para apagar os dados do seu celular

Uma das primeiras atitudes que você deve ter em caso de roubo ou furto é apagar os dados do seu aparelho celular remotamente. Isso pode ser feito por meio das páginas da Apple, no caso do iPhone, e do Google, para celulares com o sistema Android.

Em dispositivos Android acesse www.google.com/android/find insira login e senha e clique em apagar dispositivo.

Nos celulares iPhone acesse: icloud.com/find insira o ID Apple, para localizar Iphone e clique em apagar dispositivo.

Além disso, é importante seguir outras recomendações, como bloquear o IMEI do aparelho junto à operadora de celular e entrar em contato com o seu banco ou cartão de crédito para bloquear acessos aos seus dados.


Quer mais uma dica de segurança? Então, confira como proteger seus dados pessoais na internet e evitar vazamentos.

Fique por dentro das novidades

O Cartão Carrefour tem muito mais dicas para você ficar sempre no comando das suas contas.


Não perca tempo! peça já seu cartão!
Mais artigos para você