Pular para o conteúdo

O que você pensa sobre dinheiro afeta suas decisões todos os dias

O que você pensa sobre dinheiro afeta suas decisões todos os dias

Educação Financeira

Planejar

1 Nov 2019

O que você pensa sobre dinheiro afeta suas decisões todos os dias

As suas ideias sobre dinheiro afetam a forma em que você compra. Confira como mudar a maneira de pensar e agir para tomar as decisões corretas.

Escolha como quer aprender:

Você sabia que suas ideias sobre dinheiro interferem nas suas decisões de compra e na forma como você lida com as contas todos os meses?

Pois é, às vezes a gente precisa mudar a forma de pensar e agir para atingir o resultado que deseja.

Você tem muito a ganhar se aprender alguns conceitos de educação financeira, mas também precisa analisar os seus hábitos e a sua maneira de pensar. É como ir ao médico: você pode ir ao consultório e ouvir que precisa cuidar da sua alimentação, do seu descanso e movimentar o corpo. Mas não adianta ir lá só para ouvir e não colocar as orientações em prática porque seu modo de pensar te impede de mudar.

Quando se trata de dinheiro, a maneira de pensar afeta o que você coloca no carrinho do supermercado, como decide seus parcelamentos, se tem algum saldo no fim do mês ou vive fugindo dos agentes de cobrança. Isso mesmo, são as decisões que você toma no seu dia a dia.

Nós do Carrefour vamos colocar algumas perguntas para ajudar você a fazer essa investigação das suas opiniões sobre finanças pessoais.

Vamos começar lá de trás, passar pelo presente e chegar nos seus planos para o futuro.

No passado:

  • Quando você era criança, sua família manteve o mesmo padrão de vida por muito tempo ou era fartura em um dia e faltava o básico no outro? Pense como isso impacta como você lida com dinheiro atualmente.
  • Alguém te ensinou a lidar com suas contas, te ensinou sobre crédito, juros e parcelamentos? Ou você foi aprendendo aos trancos e barrancos?

Hoje:

  • Você anota seus gastos ou só percebe que exagerou quando estoura o cheque especial?
  • Você gasta mais quando está ansioso ou descontente e depois se arrepende?
  • Você tem dificuldade para recusar pedidos e chega a emprestar dinheiro para quem não devolve?  
  • Quando vem gente em casa, você cozinha para um batalhão e acaba jogando comida fora ou calcula as quantidades e evita desperdício?
  • Você deixa decisões importantes sobre dinheiro para outra pessoa? Você acredita que outra pessoa cuida melhor dos seus interesses do que você mesmo?
  • Você passou por uma grande mudança de vida recentemente? (por exemplo: desemprego, aposentadoria, mudou de cidade ou escola, teve um bebê)

No futuro:

  • Você tem projetos que gostaria de realizar?
  • Você acredita que é capaz de planejar sua vida financeira?
  • Você gostaria de poder ensinar seus filhos e netos a lidar com dinheiro?

Perceba que quase nada disso depende de ganhar muito ou pouco, é uma questão de mentalidade e de prática. Há pessoas capazes de fazer cálculos financeiros complicados, mas que se enrolam porque não evitam gastos e hábitos caros. E há pessoas que, com menos conhecimento, conseguem manter as contas em dia e até guardam para um projeto especial. 

Seja qual for o seu problema com dinheiro, tente descobrir os pensamentos que te colocaram naquela situação. Depois de fazer essa análise, você pode perceber que se encaixa em uma dessas possibilidades:

  • Estourou o limite à toa ou sujou seu nome fazendo gastos exagerados porque não gosta de pensar no futuro.
  • Se atrapalha com datas e parcelas por falta de conhecimento ou de organização.
  • Empresta seu nome ou cartão para outra pessoa porque não consegue falar não.
  • Tem medo de fraudes ou emergências e deixa de aproveitar benefícios e promoções.
  • Segura demais os gastos porque não sabe se organizar para despesas adicionais.
  • Teve um bebê ou perdeu o emprego e ainda não sabe ajustar o orçamento à nova realidade.   

Existem outras possibilidades que você mesmo pode notar. Para iniciar a mudança, identifique o que está por trás dos seus problemas financeiros.

Escreva quais são esses problemas, como chegou neles e o que pode fazer para melhorar a partir de agora. Guarde esta dica infalível: aumentando seu conhecimento, fica bem mais fácil!

Não desista de aprender e conte com a gente.  

Querendo ou não, o dinheiro é parte fundamental da vida, mas para algumas pessoas, é até tabu falar dele. Não precisa ser assim!

Quem faz sempre a mesma coisa não deve esperar um resultado diferente. E agora é hora de você investigar o que precisa mudar para atingir um resultado melhor, que te proporcione poder de compra e tranquilidade ao mesmo tempo.

Conte com o Carrefour Soluções Financeiras em cada passo dessa nova jornada! Nós queremos ajudar você a organizar suas despesas, suas dívidas, a lidar com gastos maiores, acertar nas compras do dia a dia e assumir o comando das suas contas!

Até a próxima!