Pular para o conteúdo

Dicas para taxistas e motoristas de aplicativos: Como enfrentar a queda do movimento durante a pandemia

Dicas para taxistas e motoristas de aplicativos: Como enfrentar a queda do movimento durante a pandemia

Informações sobre o Coronavírus (COVID-19)

7 Apr 2020

Dicas para taxistas e motoristas de aplicativos: Como enfrentar a queda do movimento durante a pandemia

Para o motorista, enfrentar o período de menor movimento exige controle e planejamento

Escolha como quer aprender:

A pandemia do novo coronavírus esvaziou as ruas e os taxistas e motoristas de aplicativos sentiram o impacto imediato no bolso. Afinal, tem bem menos gente saindo de casa para trabalhar, estudar, passear, encontrar amigos e até para realizar consultas médicas de rotina. Por isso, o número de passageiros diminuiu bastante.

Para Camila Fontana, consultora de educação financeira do Cartão Carrefour, o motorista que ganha por corrida e não tem salário fixo precisa de controle e planejamento para enfrentar o período de menor movimento. “É preciso atuar em três frentes: na redução de custos, na preservação do faturamento e no monitoramento de possíveis medidas de ajuda pelo governo, instituições financeiras e empresas”, explica.

 

Redução de custos

Para reduzir os custos com o veículo, liste tudo o que dá despesa e procure eliminar ou baixar esses gastos com as dicas a seguir:

  • Rode de janelas abertas e não ligue o ar condicionado. Além de economizar combustível, isso diminui o risco de contágio pelo novo coronavírus entre motorista e passageiro;
  • Tente reduzir o uso do serviço de lava-rápido. Procure aspirar e lavar o carro em casa, quem sabe com ajuda de algum familiar que agora tem mais tempo porque não está frequentando a escola ou o local de trabalho. Aproveite, também, promoções de postos que oferecem ducha grátis quando você abastece;
  • Reavalie a compra de balas e garrafas d’água para oferecer aos passageiros. Além da possibilidade de diminuir um gasto, você protege seus clientes, uma vez que o manuseio desses itens pode ser foco de contaminação pelo novo coronavírus;
  • Se seu veículo for financiado, verifique com sua instituição financeira as condições para adiar o pagamento das prestações por alguns meses;
  • A escolha do combustível mais vantajoso ficou ainda mais importante. Use a calculadora do celular toda vez que for encher o tanque. A regra tradicional é dividir o preço do etanol pelo preço da gasolina e, se o resultado for menor que 0,70 (ou seja, 70%), o etanol é mais vantajoso. No entanto, o rendimento varia de veículo para veículo. O ideal é calcular quanto seu carro roda com cada combustível. Em alguns modelos, o etanol é mais vantajoso mesmo quando o resultado dá 0,75.

 

E como estamos precisando de boas notícias, vale lembrar que os preços de diesel e gasolina recuaram bastante recentemente por causa da queda da cotação do petróleo no mercado internacional. Para quem tem Cartão Carrefour e abastecer em algum posto da Rede Carrefour, a condição é ainda melhor, já que o motorista possui até 70 dias para realizar o pagamento do combustível.

 

Preservação do faturamento

Outra boa notícia é a possibilidade de preservar seu faturamento — ou pelo menos não perder tanto. Muita gente que só usava transporte público agora está pegando táxi ou carro de aplicativo para ir e vir do trabalho. Muitas empresas, inclusive hospitais e centros médicos, estão reembolsando essa despesa para os funcionários, com o objetivo de diminuir o risco de contágio.

O momento é propício também combinar corridas fixas, ou seja, pegar o passageiro conhecido todo dia no mesmo local e horário. Para reduzir a chance de contaminação pelo novo coronavírus, é preciso reduzir o número de contatos, portanto esse arranjo fixo beneficia o motorista e o passageiro.

Se não tiver chamadas suficientes, considere entregar comida via aplicativo. Com os restaurantes fechados ao público e as pessoas em casa, a procura pelo serviço de delivery disparou. Aproveite!

 

Monitoramento de medidas de auxílio

Os trabalhadores autônomos — como taxistas, feirantes, vendedores ambulantes e diaristas — foram duramente afetados pelo isolamento social motivado pela pandemia. Por isso, governo, empresas e instituições financeiras estão anunciando medidas para ajudar esses profissionais que viram sua renda desabar de uma hora para outra.

Pesquise quais medidas se aplicam ao seu caso e como acessar os benefícios. Aqui vale a consulta, inclusive, para quem aluga o veículo de trabalho em locadoras. Algumas empresas do setor já têm anunciando descontos e pacotes de aluguel mais atrativos neste período.

E fique alerta para fake News. Verifique as informações nos sites dos órgãos públicos e de grandes veículos de imprensa. Faça essa pesquisa uma ou duas vezes por semana porque novas medidas estão sendo anunciadas a cada dia.

 

Saúde em primeiro lugar

Se tiver sintomas como febre e tosse, não saia para trabalhar! Você pode contaminar seus passageiros, que por sua vez, podem contaminar as pessoas que vivem com eles. No mundo inteiro, empresas de aplicativos estão oferecendo ajuda financeira a motoristas afastados com diagnóstico de novo coronavírus. Para proteger a si próprio e seus passageiros, higienize o interior do veículo com frequência e não economize no álcool gel.

Para quem está começando a trabalhar como motorista de aplicativo, nós preparamos mais algumas dicas financeiras. Saiba mais aqui.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a gente.