Controle parental na internet: como manter um ambiente seguro para seus filhos
Escolha como quer aprender:

Descubra maneiras de garantir a segurança das suas crianças na internet.

Em tempos de distanciamento social, falar sobre controle parental na internet é mais importante do que nunca. 

Estando em casa, as crianças acabam passando ainda mais tempo online, onde podem acessar jogos, assistir vídeos, conversar com os amigos, estudar e muito mais. 

Mas a internet também guarda alguns perigos e conteúdos que não são apropriados para crianças e adolescentes. Golpes, exploração e abuso sexual e acesso à pornografia são alguns dos riscos que a falta de orientação e monitoramento podem levar. 

Além disso, o uso excessivo da internet pode levar à dependência tecnológica, o que, muitas vezes, atrapalha o rendimento escolar, a alimentação e pode levar até mesmo à depressão. 

Para evitar esse tipo de situação, ter ferramentas de controle parental na internet é fundamental. 

 

Maneiras de manter a internet segura para seus filhos

 

Pelo computador

 

Você pode configurar um perfil para o seu filho no sistema Windows ou Mac. Nestes é possível delimitar tempo de uso, bloquear sites impróprios, acessar histórico de atividade e muito mais.

O Windows 10, por exemplo, permite criar um perfil exclusivo para menores de idade. Basta acessar o menu de configurações, escolher a opção de contas e depois clicar em “Adicionar um membro da família”. Por fim, selecione “Adicionar uma criança”. 

Uma vez que o perfil é criado, você poderá limitar o acesso à navegação web, aplicativos, jogos, tempo de tela e compras. 

 

Nos sites de pesquisa

 

Você pode restringir as pesquisas feitas por seus filhos em sites como o Google e o Youtube para que eles vejam apenas resultados próprios para a faixa etária deles.

No Google Chrome, basta acessar as configurações de pesquisa e ativar o SafeSearch. Com isso, qualquer conteúdo explícito - como pornografia ou violência - deixará de ser exibido. 

Para ativar o Modo Restrito no YouTube clique no ícone da conta, localizado no topo direito do site. Localize a opção Modo Restrito e acione o recurso. 

 

Nas redes sociais

 

O Facebook e o Instagram permitem que os pais mudem as contas dos filhos de públicos para privadas. Além disso, também dá para limitar quem é que pode entrar em contato ou adicioná-los. 

No Instagram, é possível ativar a conta privada através do menu configurações e privacidade. Já no Facebook os ajustes podem ser feitos em verificações de privacidade. 

 

Pelos smartphones e tablets

 

Sistemas operacionais como Android e iOS oferecem aos pais opções de controle parental como delimitação de tempo de uso, restrição de conteúdo inapropriado, acesso limitado às lojas de app, bloqueio de aplicativos e até mesmo o bloqueio remoto do aparelho. 

Geralmente, há uma opção de bem-estar digital e controle parental que pode ser localizada no menu de configurações ou privacidade do aparelho.  

 

O que o comportamento dos pais diz sobre os hábitos dos filhos

 

Os pais que ficam conectados por tempo excessivo podem estar dando um exemplo negativo para seus filhos sem perceber. Por isso, vale a pena repensar esses hábitos e, no caso dos que trabalham em casa, conversar para explicar a diferença entre lazer e trabalho. 

Também é importante estimular outras atividades como a leitura, arte e brincadeiras “offline”. 

Não se esqueça ainda de sempre alertar seus filhos a respeito dos perigos da internet. Eles podem ser mais inteligentes do que você imagina.

Agora que você já entendeu como funciona o controle parental na internet pode proporcionar aos seus filhos um ambiente mais seguro e saudável.

CARTÃO
Não perca tempo! Peça já seu cartão!
Mais artigos para você
Subtítulo