Como escolher um celular com o melhor custo-benefício
Escolha como quer aprender:

Entenda quais são os aspectos que devem ser analisados na hora de comprar um celular novo.

Com a pandemia o tempo em casa aumentou consideravelmente. Por isso, os brasileiros têm utilizado cada vez mais o celular para trabalhar, estudar, buscar informações, se conectar com as pessoas que amam e se divertir. 

A dúvida é, como escolher um celular ideal para realizar todas essas tarefas? Além disso, pensando no bolso, como encontrar o melhor celular que tenha um bom custo-benefício?

Também tem essas dúvidas? Então, confira quais são os principais aspectos que você deve analisar para escolher um celular perfeito para você!
 

Como escolher um celular com a configuração ideal?

Antes de partir para a pesquisa, é importante entender um pouco sobre os elementos que compõem a configuração de um smartphone.

O motivo para isso é simples: uma configuração muito superior ao que você precisa pode acabar te fazendo pagar mais caro do que deveria, enquanto modelos de celular com configuração inferior podem te deixar na mão.

Sendo assim, queremos que encontre a melhor opção para unir a necessidade de um novo celular a um custo-benefício que supra suas necessidades. Nada melhor do que encontrar o famoso celular bom e barato, não é mesmo?
 

Veja agora os principais pontos que deve analisar na escolha de um celular novo: 


Tela: quem gosta de um smartphone compacto pode se interessar pelos aparelhos com telas na casa das 4 polegadas, que cabem no bolso e são bem fáceis de utilizar com apenas uma mão. 

Mas quem precisa utilizar o aparelho para assistir vídeos ou ler pode preferir uma tela maior. Nesses casos o ideal são smartphones com tela grande, com pelo menos 5 polegadas. 
 

Processador: o processador é o responsável por executar todas as atividades do smartphone. Por isso, quem vai abrir vários aplicativos ao mesmo tempo e está sempre usando o celular para tarefas complexas deve escolher os processadores potentes, que têm mais núcleos. 

Os aparelhos básicos costumam ter processadores com quatro núcleos, que são chamados de quad-core. Já os smartphones mais robustos têm processadores octa-core, que contam com oito núcleos. 
 

Memória RAM: a memória RAM é responsável por ajudar o processador a trabalhar. Por isso, mesmo que o processador não seja excelente, uma boa memória RAM pode ajudá-lo a dar conta do recado. 

Aqui, o desempenho é medido em GB (gigabytes): um celular para uso básico deve ter uns 2 GB, enquanto os aparelhos “topo de linha” costumam ter pelo menos 6 GB.  
 

Memória de armazenamento: diferente da RAM, a memória de armazenamento é responsável por guardar os arquivos. Quando um celular fica lento, muitas vezes, é porque essa memória está cheia. 

Tendo isso em mente, quem precisa de muitos aplicativos ou está sempre fazendo downloads no celular pode precisar de um celular com bastante memória: 128 GB ou 256 GB. Mas se esse não é o seu caso, um smartphone com 64 GB de memória deve ser suficiente. 
 

Bateria: mesmo estando em casa, ninguém gosta de ficar com o celular carregando o tempo todo, não é mesmo? E ter uma boa bateria com certeza influencia muito na hora de escolher um celular. 

No caso da bateria, a potência é medida por miliampere-hora (mAh). Na maioria das vezes, um celular com 3000 mAh ou 5000 mAh de bateria já consegue aguentar o dia inteiro sem necessidade de recarga. 
 

Sistema operacional: hoje os smartphones podem ter sistemas operacionais Android ou IOS (exclusivo para celulares da Apple, os iPhones). 

Geralmente, a escolha entre um e outro é bem pessoal e a maioria dos aplicativos está disponível para os dois sistemas.

Mas se você precisa de algum recurso bem específico para trabalho ou estudos, vale a pena confirmar se ele pode ser acessado em ambos ou em apenas um deles. 
 

Câmera: quem gosta de boas fotos ou está fazendo videoconferências, precisa de um celular com melhor câmera, que tenha um bom número de megapixels (MP).

Atualmente, muitos modelos de celular contam com mais de uma câmera, principalmente na parte traseira do aparelho. Juntas, essas câmeras podem melhorar a qualidade das imagens e dar efeitos mais profissionais, como aquele de profundidade, sabe? 

Para quem gosta de fotografar ou filmar, o ideal é que a principal tenha, pelo menos, de 12 MP a 16 MP. Mas se você quer um smartphone com qualidade de imagem ainda melhor, existem aparelhos com câmeras de 64 MP ou mais! 
 

Dicas de celulares com melhor custo-benefício para cada tipo de uso

Agora você já sabe como escolher um celular e quais itens deve analisar para garantir que o seu aparelho atenda suas expectativas. Mas, para te ajudar ainda mais nessa missão, vamos sugerir alguns modelos de celular que podem ser interessantes para quem está usando cada vez mais o aparelho.
 

Celulares para trabalhar em home office

Quem passa o dia todo usando o celular para trabalhar, precisa de uma bateria duradoura, um processador bacana e um celular com bastante memória RAM. Também é interessante que o dispositivo tenha um bom acabamento e seja resistente. 

Neste sentido, uma das opções é o Motorola G7 Power, que conta com uma bateria que dura até 55 horas e tela de 6.2 polegadas. A memória é expansível, ou seja, com o cartão de memória, pode chegar a 256 GB.

Quem precisa de uma câmera excelente e trabalha com tarefas ligadas à área artística – como edição de imagens e vídeos – pode se interessar pelo Samsung Galaxy S20. O modelo tem câmera tripla, sendo que uma delas tem 64 MP. 
 

Celulares para estudar em casa

O Asus Zenfone Max Shot é uma boa opção para quem está estudando em casa, por exemplo.

A tela ampla de 6.2 MP tem bordas finas e tecnologia Full HD+, que torna as imagens muito mais nítidas. Já o processador octa-core garante o desempenho necessário para participar de aulas à distância. 

Outra opção bacana é o LG K11+, que tem memória interna de 32 GB e uma tela de 5.3 polegadas que torna o aparelho compacto e leve. 
 

Celulares para se divertir

Se o que você deseja é encontrar um aparelho com melhor custo-benefício, bonito e que seja ideal para acessar as suas redes sociais, ver vídeos e fazer selfies, também existem algumas boas opções no mercado. 

O iPhone 5S é um deles. O processador dual-core (dois núcleos) é suficiente para tarefas mais simples e garante o acesso aos aplicativos que são exclusivos para o sistema IOS. 

O Xiaomi Redmi 7A também é uma boa escolha. O aparelho tem recursos que podem ser úteis para quem gosta de fazer selfies, como o foco automático, detecção facial e estabilização de imagem. 

Se está buscando um celular para jogos, vale a pena dar uma olhada nas configurações exigidas nos games que você mais gosta. Mas, uma opção que costuma atender os jogos de celular mais populares é o Redmi Note 9, um smartphone com tela grande e 4GB de RAM.
 

Gostou das nossas dicas sobre configurações e modelos de celular? Agora que você já sabe como escolher um celular, o próximo passo é fazer sua compra no Carrefour.

Além de muitas ofertas em todo o site, quem tem Cartão Carrefour pode aproveitar condições de parcelamento exclusivas e descontos incríveis. Faça já o seu pedido e aproveite as vantagens do cartão de crédito Carrefour!

CARTÃO
Não perca tempo! Peça já seu cartão!
Mais artigos para você
Subtítulo